WhatsApp mobile

Educação Financeira – tema a ser abordado desde a infância

Publicado por em Comportamento, Família, Gestão | 0 comentários

Todo final de ano é a mesma história. Crianças e adultos ficam completamente eufóricos, pois no pensamento de alguns é um momento para fazer compras, trocar presentes, viajar, ter uma mesa farta. É um momento mágico que muitos esperam o ano todo e ficam imaginando o que será feito neste período entre o dia 25 de dezembro a 1º de janeiro.

Não vou entrar no âmbito religioso, mas vocês acham que este é o verdadeiro sentido do Natal, compras, gastos, e mais compras?

O ano de 2016 não foi favorável a muitos empresários, e a nós mesmos como empreendedores. As vendas em determinados setores tiveram um déficit considerável, empresas fecharam as portas, o índice de desemprego cresceu para 12 milhões de pessoas segundo IBGE, e as pessoas que ainda tem trabalho não sabem o que é aumento salarial há muito tempo.

Mas o fato é que com todos estes acontecimentos, muitos ainda não aprenderam a planejar suas despesas de acordo com o seu orçamento, e apelam ao cartão de credito, cheque especial, limites, empréstimos. E incorporam este beneficio como se fosse o seu salário, mas não é claro que não é, isso não faz parte de sua renda. E muitos adquirem dívidas enormes a ponto de não saber como se livrar delas, sem ter como liquidar o débito.

E com isso quem ganha e enriquece cada dia mais são as instituições financeiras.

Tudo isso que acontece por falta de conhecimento e planejamento, sendo que a “educação financeira” é um tema que devia ser abordado desde a infância.

Mas existem as exceções, Thiago Morales Berce, morador de Assis Chateubriand no oeste do Paraná, hoje com 12 anos de idade continua sendo referência por ser apenas uma criança, e saber administrar seu dinheiro desde os 7 anos.

Apenas para recordar Thiago, ficou conhecido como o menino do fusca, ele juntou por 3 anos todas as moedinhas que ganhava com o propósito de comprar o seu próprio carro. E conseguiu; pois desde cedo seus pais “Valdir de Souza Berce e Andréia Morales Berce, ensinaram e incentivaram ele e a irmã sobre a importância de guardar dinheiro, e que só se tem as coisas quando trabalha e poupa parte do dinheiro”.

Para esta família isto faz parte da educação deles, e que deve ser aprendido na infância.

Recentemente estive com Thiago em um evento, no qual, atuou como palestrante, e o mesmo me relatou que teria uma nova meta, um novo sonho para o ano de 2017.

Foto tirada de Alessandra Batista e Thiago Morales Berce em palestra de Educação Financeira

E hoje recebi a noticia do próprio Thiago que desta vez sua meta será lançar um livro que aborda assuntos como educação financeira, e relata como era sua vida antes, durante e depois da conquista de seu sonho (Fusca).

O livro ainda está para ser lançado, mas o titulo já tenho em primeira mão “A importância da moeda na minha vida”. E para transformar este novo sonho de Thiago em realidade, ele continua firme e forte economizando cada moedinha ao longo dos dias, afinal todo sonho tem um custo, e para editar e lançar um livro, os valores variam muito e nem sempre sai barato.

Por este motivo, falar sobre orientação financeira é um tema que sempre deve ser lembrado, pois existe uma enorme carência de atitudes positivas neste sentido.

Os pais devem ser disciplinados com os gastos e repassar este conceito as crianças. Em certos momentos é preciso negociar com os pequeninos para evirar frustrações futuras, mesmo quando o problema não é o dinheiro.  Às vezes a situação financeira de algumas famílias permite certos privilégios, mas é importante e extremamente educativo ensinar os filhos desde pequeno à importância de se consumir moderadamente.

E como todo início de ano é igual, os dias estão contados para suas próximas despesas e você terá que arcar com estes gastos:

IPTU, IPVA, MATRICULA ESCOLAR, COMPRA DE MATERIAL ESCOLAR, UNIFORME …

… fora os gastos extras efetuados nas datas comemorativas “Natal e Ano Novo”

Portanto a dica de hoje é a seguinte: controle os seus gastos, pois imprevistos acontecem; tente poupar nem que seja uma pequena fatia de sua renda mensal, assim não sofrerá quando surgirem despesas extras; e o mais importante é repassar esta cultura “economizar e poupar sempre”.

Eu tenho certeza que se vocês mudarem os seus hábitos, será possível realizar o seu sonho de consumo sem nenhum sacrifício.

Espero ter ajudado de alguma forma a controlar o seu dinheiro, e se você gostou deste artigo, te convido para continuar acompanhando a Revista “A Empreendedora”, e também para dizer-lhe que a sua avaliação é muito importante para a nossa coluna. E seria muito legal você deixar registrado a sua opinião e se gostou, curti e compartilhe.

E até a próxima!

Alessandra Batista
Consultora e Especialista em Novos Negócios, Palestrante e Treinadora de equipes. Formada em Administração de Empresas com Ênfase em Comercio Exterior, especialização em Gestão Empresarial pela Fatec-SP. Experiência em Análise Comportamental, Coach de Carreira e Negócios. Possui cursos diversos voltados a Competitividade e Gestão pela Fundação Getúlio Vargas e Escola de Negócios SEBRAE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pin It on Pinterest

Gostou?

Compartilhe com os amigos nas redes sociais!